Cadastra-se para receber notícias
Bohn Gass ajuda a planejar o futuro da Sociedade Hospitalar Chiapetta

11/10/2011 01:46

Tamanho da fonte

Bohn Gass ajuda a planejar o futuro da Sociedade Hospitalar Chiapetta

Hospital Chiapetta

 

            O futuro da Sociedade Hospitalar Beneficente de Chiapetta foi discutido na manhã desta terça-feira (11/10) durante audiência na Secretaria Estadual da Saúde. A pedido do deputado federal Elvino Bohn Gass (PT), o diretor do Departamento de Assistência Hospitalar do Estado, Marcos Antônio Lobato, recebeu uma comitiva de Chiapetta formada pela presidente da Sociedade Hospitalar Beneficente, Maria Carmem Ciotti, o Secretário Municipal de Saúde, Nilvo Valdomiro Gauger e a presidenta do PT local, Célia Vargas Padilha.

            Segundo a presidenta Carmem Ciotti, as condições gerais do hospital são boas, mas algumas reformas como a da cozinha e da lavanderia são necessárias. “Para o futuro, pretendemos nos tornar um centro de referência para o tratamento de dependentes químicos, uma necessidade crescente na nossa região.”

            Para Lobato, o Hospital de Chiapetta deve se habilitar para implantar uma Sala de Estabilização, unidade de saúde que presta assistência temporária de pacientes em estado grave ou de condição clínica frágil, mantendo-os estabilizados até que possam ser encaminhados para hospitais com maior complexidade. “O Ministério da Saúde está com este programa e prevê um aporte maior de verbas para a instalação da sala e, ainda, recursos mensais para o custeio. Parece-me uma boa ideia para Chiapetta.”

            Sobre a reforma da lavanderia, o diretor sugeriu que o hospital se associe a outros hospitais da região na busca de soluções. “Não faz sentido um hospital pequeno ter lavanderia. Este serviço tem custo menor se for centralizado regionalmente em algum hospital maior ou mesmo terceirizado”, disse Lobato.

            Em seguida, a comitiva foi encaminhada ao Departamento de Ações em Saúde que é coordenado pela psicóloga Sandra Fagundes, para debater a ideia de criação de um centro de referência para o tratamento de dependência química no hospital.

            “O hospital terá todo nosso apoio. Em conjunto com a Coordenadoria Regional da Saúde, deve ser elaborado um projeto que defina os planos do hospital para o futuro e suas necessidades imediatas. Eu estarei junto neste processo e o que estiver no âmbito federal, será encaminhado por nós”, disse o deputado Bohn Gass ao final da audiência.

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter