Cadastra-se para receber notícias
Bohn Gass: Povo gaúcho tem razões para celebrar a vinda de Dilma

13/10/2011 07:59

Tamanho da fonte

Bohn Gass: Povo gaúcho tem razões para celebrar a vinda de Dilma

            A presidenta Dilma estará em Porto Alegre nesta sexta-feira (12/10) para dois importantes compromissos:  o anúncio da inclusão do Metrô de Porto Alegre no PAC Mobilidade Grandes Cidades e o lançamento do Pacto Brasil Sem Miséria Região Sul. A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, acompanha a presidenta.         Orçado em R$ 2,4 bilhões, o projeto do trem subterrâneo será interligado com o transporte coletivo da Capital e da Região Metropolitana. O traçado da fase 1 vai da avenida Borges de Medeiros (extensão rua da Praia) até a Av. Assis Brasil, nas proximidades da sede da Fiergs. A modelagem financeira prevê recursos do PAC, do governo estadual e da prefeitura, isenções de impostos e investimento privado. A previsão de operação é em 2017.
            O montante dos financiamentos será firmado a partir da definição do governo federal sobre as obras que integrarão o PAC Mobilidade Grandes Cidades. A União disponibilizou ao todo R$ 6 milhões de recursos do Orçamento Geral da União (OGU) e mais RS 12 bilhões por meio de empréstimos da Caixa. Além do financiamento pela Caixa, a prefeitura arcará com R$ 300 milhões de contraprestação da operação, parcelados em 15 anos, e R$ 22 milhões em isenção do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN).


            SEM MISÉRIA – Já o Pacto Brasil Sem Miséria que inclui o anúncio de diversas medidas sociais, entre elas um convênio que prevê a compra de produtos da agricultura familiar de baixa renda e a compra de sementes de primeira qualidade que serão doados para a população pobre produzir alimentos e gerar renda. No sábado (15/10), a ministra Tereza Campello irá até o bairro Rubem Berta, na Capital, para abrir o Megafeirão de Emprego, que terá duas mil vagas ofertadas e também cadastro para as áreas de construção civil e urbanismo. “As pessoas também poderão se inscrever em cursos de qualificação promovidos pelo Governo Federal,” acrescenta a ministra.

            Para o deputado Elvino Bohn Gass (PT), o povo gaúcho tem razões de sobra para celebrar a visita da presidenta e da ministra. “Nosso estado, hoje, tem sintonia com as políticas do Governo Federal. O Rio Grande do Sul tem feito a sua parte para fortalecer programas como o Brasil Sem Miséria, por exemplo. Na prática, isto significa maior facilidade para que os recursos federais cheguem ao Estado. Mas não se trata de um alinhamento interesseiro ou oportunista, mas da convicção de que ambos os governos atuam para melhorar a vida das pessoas, priorizando as que mais necessitam”, resume o deputado.

João Manoel de Oliveira – maneco1313@gmail.com – (61) 9303 0591

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter