Cadastra-se para receber notícias
Caso do leite Nutrilat

24/06/2005 12:00

Tamanho da fonte

Presidente da Comissão de Agricultura da Assembléia alerta para os riscos à saúde, aos consumidores e cobra explicações mas convincentes da empresa

Diante da constatação de que diversos lotes do leite integral UHT da Nutrilat estão em desacordo com a legislação (apresentam níveis de proteína abaixo dos exigidos e contêm uma gordura de procedência desconhecida) e oferecem risco a uma parcela da população, o presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo da Assembléia Legislativa, deputado Elvino Bohn Gass (PT), alertou nesta sexta-feira (24/6) a Secretaria Estadual da Saúde de que é urgente a retirada do produto de todos os mercados gaúchos.

Bohn Gass solicitou ainda que sejam avisadas as autoridades de todos os demais Estados onde o produto também é comercializado. "A notícia que temos até agora é de que só em Porto Alegre esta medida está sendo tomada, mas sabemos que este tipo de leite é vendido em vários Estados do país, além do Rio Grande do Sul, e não deve ser consumido. Além disso, quais são as providências a serem adotadas por aqueles cidadãos que consumiram o produto recentemente?", indaga o parlamentar que foi vice-presidente da CPI do Leite no Legislativo.

Bohn Gass também chamou a atenção das autoridades gaúchas para que procedam uma campanha de orientação aos consumidores. "Afora outras conseqüências ainda não bem definidas, há casos, por exemplo, das pessoas desnutridas que podem estar consumindo o leite com a expectativa de suprir este mal. Neste caso, é flagrante o risco a que estão expostas. Daí que as providências devem ser urgentes e abrangentes ", diz Bohn Gass.

O presidente da Comissão também está pedindo a ação do Procon para viabilizar a devolução e o devido ressarcimento daqueles consumidores que adquiriram o produto sem, contudo, utilizá-lo. Com relação à empresa, Bohn Gass cobra explicações mais convincentes já que as fornecidas até agora, de que a falha teria sido originada por um problema mecânico e só atingiria um reduzido lote do produto, não está demonstrada.

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter