Cadastra-se para receber notícias
Detran

10/03/2008 12:00

Tamanho da fonte

A conduta do relator da CPI do Detran, deputado Adilson Troca (PSDB), foi questionada na quinta reunião da comissão na tarde desta segunda-feira (10) pelo deputado Elvino Bohn Gass (PT), que chegou a sugerir que ele não mais permaneça à frente da comissão. O parlamentar exibiu um release distribuído pela assessoria de imprensa da bancada do PSDB onde o tucano avalia os depoimentos de Mauri Cruiz e Luiz Carlos Bertorro, ex-presidentes da autarquia durante o governo Olívio Dutra, antes mesmo da realização das oitivas pelos deputados.

Na matéria, Troca refere-se "às novas revelações que vieram à tona nos depoimentos de Mauri e Bertotto, como o uso de pessoas humildes como laranjas de empresas fantasmas. E conclui: Agora eu entendo porque a oposição não queria ouvir os responsáveis pelo Detran no passado.

Na opinião de Bohn Gass, esta situação mostra que o relator já tem opinião formada sobre depoimentos que ainda não aconteceram. " O que é isso senão a politização da CPI?", concluiu o petista, para quem o deputado Troca contaminou a função de relator, desrespeitou os colegas da CPI e comprometeu a seriedade do trabalho da comissão. Considerando que a atuação do relator está sob suspeição, Bohn Gass sugeriu que ele seja destituído da função.

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter