Cadastra-se para receber notícias
Setor metalmecânico

04/06/2009 12:00

Tamanho da fonte

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, recebeu na tarde desta quinta-feira (4), em Brasília, representantes do setor metalmecânico de Santa Rosa e região. Trataram da crise que atinge as indústrias de colheitadeiras (AGCO e John Deere) e as sistemistas, as quais enfrentam retração nas vendas por conta da crise financeira internacional.

Depois de ouvir as ponderações das lideranças do setor, Mantega sugeriu que seja elaborado uma proposta em que se diferencie quem são os pequenos e os médios produtores. O objetivo é buscar uma alternativa para que os compradores possam acessar crédito e adquirir máquinas agrícolas. Uma das queixas dos empresários é de que as garantias exigidas para tomar financiamento são muito altas. "Elas precisam ser mais reduzidas para que os bancos emprestem recursos às indústrias e aos agricultores", afirmou o prefeito de Santa Rosa, Orlando Desconsi. Ao final do encontro, Orlando disse que saiu "animado" com os resultados. "Apresentaremos ao governo novas propostas para avançarmos nessa questão", destacou.

O líder do governo na Câmara dos Deputados, Henrique Fontana, – que agendou o encontro com Mantega – enfatizou que o setor metalmecânico tem uma capacidade tecnológica construída há muitos anos. "Esse valor agregado das empresas precisa ser protegido", defendeu. O deputado estadual Elvino Bohn Gass (PT) destacou que é necessária uma diferenciação entre médios e grandes produtores. Ponderou que, assim como os pequenos produtores já possuem uma política específica, que é o programa Mais Alimentos, a situação dos médios precisa de "um olhar diferenciado". Mantega ainda lembrou da aprovação da MP 447 que possibilita o refinanciamento de dívidas em até 180 meses. "São medidas que dão fôlego às empresas", avaliou o ministro.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Santa Rosa, João Roque dos Santos, solicitou ao governo que os trabalhadores demitidos entre novembro de 2008 a maio de 2009 tenham acesso a até dez parcelas do seguro-desemprego.

Também participaram do encontro, o prefeito Orlando Desconsi (Santa Rosa); Irineu Colato (Horizontina); o secretário de Saúde do RS, Osmar Terra; o vereador de Horizontina, Darci Napivoski; Paulo Rodrigues (Sindicato Patronal de Ibirubá); Paulo César Kurilo (SIMMERS); José Garcia Muñoz, empresário do de Santa Rosa; João Roque (Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Santa Rosa).

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter