Cadastra-se para receber notícias
A grande lição de 87 – o que aprendemos na estrada

08/04/2011 03:15

Tamanho da fonte

A grande lição de 87 – o que aprendemos na estrada

A grande lição de 87 – o que aprendemos na estrada

Ensaio que registra minha participação no livro Histórias da História de Santo Cristo, lançado hoje.

Corria o ano de 1987 e eu era presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Santo Cristo, minha terra natal. Era um tempo difícil para a agricultura familiar. Sem políticas públicas que os amparassem e com os preços dos produtos agrícolas num patamar baixíssimo, os agricultores ainda enfrentavam um outro fantasma: a inflação. Quem cometesse a ousadia de comprar um trator, por exemplo, fatalmente seria engolido pelos juros absurdos do período. Sim, porque sem dinheiro na mão, a única alternativa era recorrer aos financiamentos bancários. Mesmo assim, sem outras saídas, muitos foram os colonos que se arriscaram nesta aventura. E o resultado foi o pior possível: uma dívida bancária impagável que aumentava dia após dia e empobrecia ainda mais a já combalida atividade agrícola. Muitos foram os casos de trabalhadores que um ano depois de comprar um trator e de pagar em dia todas as prestações, ainda deviam ao banco o dobro do valor do bem. O diabo era a correção monetária.

A coisa foi ficando cada vez pior e o número de agricultores endividados aumentava mais que inço na lavoura. Foi então que as entidades organizadas do campo resolveram dar um basta àquela situação. Em todo o país, agricultores familiares fecharam estradas e impediram a entrada de clientes nas agências bancárias. Era a única forma de chamar a atenção do governo federal para o problema. Houve de tudo, até mortes nos enfrentamentos. Mas deu certo: pressionado, o governo retirou a correção monetária dos empréstimos agrícolas.

Em Santo Cristo, fui um dos líderes daquela mobilização e enfrentei até o Exército. Sim, esta é parte da minha história... Mas não vou contar tudo porque o relato detalhado está no ensaio chamado A GRANDE LIÇÃO DE 87 – O QUE APRENDEMOS NA ESTRADA que faz parte do livro HISTÓRIAS DA HISTÓRIA DE SANTO CRISTO que foi lançado hoje, dentro da programação da Expoagro 2011.

Além do meu, há textos de Adair Philippsen (organizador da edição); Afonso Wagner; Carmo Afonso Mallmann; Dom Estanislau Amadeu Kreutz; Donato Heinen; Emilio de Souza; Ernesto Leopoldo Heck; Gerson Miguel Lauermann; Guido Laurentino Stein; Jacinta Ruedell; José Deomar "Chuvinha" Hartmann; José Luiz Casarin; Lauro Büttenbender; Nico Gerhard; Odilo Kreutz; Ricardo Philippsen; Vera de Wallau Bohrer; Vilmar Holz e Wilson Schuster. A iniciativa foi da ALMA – Associação Literária Mário Quintana e a edição é da WS Editora.

O livro será trocado por um quilo de alimento não perecível durante a EXPOAGRO, com posterior destinação a pessoas carentes do Município. (ELVINO BOHN GASS)

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter