Cadastra-se para receber notícias
DILMA, PT NACIONAL E BANCADA DO PT RECHAÇAM AÇÃO TRUCULENTA E ILEGAL DO GOVERNO SARTORI

16/06/2017 01:35

Tamanho da fonte

DILMA, PT NACIONAL E BANCADA DO PT RECHAÇAM AÇÃO TRUCULENTA E ILEGAL DO GOVERNO SARTORI

NOTA OFICIAL DA PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF

“A violência policial empregada pelo Governo do Rio Grande do Sul contra as setenta famílias da Ocupação Lanceiros Negros, em Porto Alegre, merece nossa mais profunda indignação.

A reintegração de posse deste imóvel público urbano, que há dois anos servia de moradia a trabalhadores, deixou sob frio intenso crianças e bebês, com suas famílias.

O uso da força desnecessária e a prisão de deputados e lideranças populares pela polícia mostram o recrudescimento da violência policial sob o governo Sartori. Sem diálogo com a sociedade e insensível às demandas sociais, ataca quem deveria proteger.”

NOTA OFICIAL DO PT NACIONAL

A Presidência Nacional do Partido dos Trabalhadores vem a público denunciar a extrema violência contra homens, mulheres e crianças que aconteceu hoje (14 de junho), no início da noite, na reintegração de posse de um prédio público em Porto Alegre (RS). Demonstrando falta de humanidade, soldados da Brigada Militar, sob ordens do governador Ivo Sartori, usaram força bruta para jogar na rua cerca de 35 famílias que ocupavam um prédio desde 2015.

Essa desocupação truculenta está cercada de eventos gravíssimos, só ocorridos porque o Brasil vive hoje, efetivamente, sob medidas de Exceção, regime de arbítrio.

A sucessão de abusos gravíssimos começou na decisão do poder Judiciário estadual, que autorizou a execução da reintegração de posse a qualquer hora do dia ou da noite.

O governo Sartori, do PMDB, mesmo partido do presidente ilegítimo Michel Temer, mandou a tropa de choque executar a ordem de reintegração na véspera de um feriado, enquanto a Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa ainda buscava a negociação. Importante denunciar que crianças entre 1 e 6 meses de idade foram desalojados da ocupação e detidas com seus jovens e pobres pais.

Tentando preservar os direitos das famílias, o deputado estadual petista Jeferson Fernandes foi algemado e preso, junto com outros ativistas da luta pelos direitos humanos e sociais.

A escalada autoritária é uma realidade no Brasil. O que ocorreu hoje em Porto Alegre é a expressão do momento grave que vive nosso país. O Partido dos Trabalhadores não se cala diante de mais essa afronta aos direitos humanos. Lutaremos de forma radical em defesa da democracia e dos interesses do povo brasileiro. / Senadora Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do Partido dos Trabalhadores

NOTA OFICIAL DA BANCADA DO PT NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA RS

A Bancada do PT na ALRS repudia a truculência da Brigada Militar, sob o comando do governador Sartori, na ação de reintegração de posse da ocupação Lanceiros Negros. A noite, na véspera de um feriado, famílias com crianças foram jogadas na rua com uso da força bruta, do gás e de balas de borracha.

O presidente da Comissão de Direitos Humanos da ALRS, deputado Jeferson Fernandes foi algemado e detido pela BM ao tentar intervir contra as agressões da BM, em pleno exercício da atividade parlamentar.

O governo Sartori mais uma vez demonstra seu caráter autoritário ao permitir que o Secretário de Segurança e a BM ajam ao arrepio da lei. Enquanto usa da força policial para agredir famílias sem teto, mulheres e crianças. Manifestamos nossa total solidariedade às famílias da Lanceiro Negros e nosso apoio incondicional ao deputado Jeferson Fernandes.

A agressão ao deputado Jeferson foi arbitrária e ilegal. O mínimo que se espera do governador do Estado é a imediata exoneração do Secretário de Segurança e do comandante da BM. Sem isso, Sartori vira cúmplice de toda barbárie, violência e arbitrariedade desta noite.

Bancada do PT na ALRS

 

 

 

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter