Cadastra-se para receber notícias
Emendas de Bohn Gass vão melhorar a segurança pública em 10 municípios

08/04/2019 07:40

Tamanho da fonte

Emendas de Bohn Gass vão melhorar  a segurança pública em 10 municípios

Porto Alegre, 8/4/2019 - Ação conjunta da bancada federal garante 112 novas viaturas e mais de 2 mil equipamentos às polícias do RS

Para ajudar a melhorar o combate à violência no Rio Grande do Sul, os 31 deputados federais e três senadores gaúchos fizeram uma emenda parlamentar conjunta e destinaram recursos do Orçamento da União à área de segurança do governo do Estado. Com o dinheiro, foi possível comprar 112 viaturas novas e 2.263 equipamentos de proteção individual (EPIs) que foram entregues à comunidade nesta segunda-feira (8) em cerimônia realizada no Palácio Piratini, em Porto Alegre.

A cada um dos deputados federais foi possível indicar 10 municípios a serem beneficiados com as viaturas e os equipamentos que, em sua maioria, foram coletes balísticos. Na maioria das cidades, houve indicação de mais de um deputado. Ao deputado Elvino Bohn Gass (PT/RS) coube indicar os veículos e os coletes balísticos para Santa Rosa, Ijuí, Santo Ângelo, Cruz Alta, Rio Grande, Bagé, Viamão, Três Passos, Sapucaia do Sul e São Luiz Gonzaga.

“Nossa população está com medo. A violência, que em outros tempos se concentrava nas cidades grandes, agora está, também, nas menores. O crime organizado já tem braços no interior do Estado. É preciso fazer alguma coisa. Por isso, nós, deputados federais, resolvemos atuar de forma conjunta e aportar recursos que garantam, ao menos, equipamentos melhores para que as polícias possam combater o crime. Eu sei que segurança pública não se faz apenas com viaturas, coletes ou armas, mas sem isso, também, nem se começa a combater o crime”, diz Bohn Gass.

EMPREGO E AÇÃO SOCIAL – O deputado entende que segurança pública é uma área que deve ter ação interdisciplinar. “Por isso, eu trabalho para que o Estado tenha policiais bem treinados e bem pagos. Mas sem gerar empregos e, também, oferecer proteção social além de física, não teremos segurança. Por isso, vamos seguir trabalhando,” finaliza Bohn Gass.

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter