Cadastra-se para receber notícias
Crise da suinocultura: Bohn Gass quer ajuda maior do governo aos produtores familiares

13/07/2012 07:13

Tamanho da fonte

Crise da suinocultura: Bohn Gass quer ajuda maior do governo aos produtores familiares

“O governo deve ampliar o conjunto de medidas para ajudar os suinocultores familiares a superarem as graves dificuldades do setor”. A afirmação é do deputado federal Elvino Bohn Gass (PT/RS) que acompanhou a mobilização dos produtores que foram à Brasília pedir ajuda do Governo Federal para a crise da suinocultura. O deputado avalia que as medidas já anunciadas são positivas, mas insuficientes para os pequenos. “Nosso foco deve ser naqueles produtores que não têm condições de, sozinhos, saírem da crise”.

O esforço das áreas governamentais, segundo o parlamentar, deve ser dirigido a três pontos que ele considera fundamentais: o aumento de consumo, o refinanciamento de dívidas e a diminuição de custos dos produtos usados na alimentação dos suínos.

“O governo deve promover uma campanha institucional de divulgação das vantagens de se consumir carne suína, criar uma linha específica para refinanciamento de dívidas dos produtores familiares e, ainda, encontrar mecanismos para reduzir o preço do trato dos animais com atenção especial para o milho”.

As medidas anunciadas pelo governo até agora são a prorrogação automática, por seis meses, dos vencimentos das dívidas de custeio, liberação de R$ 200 milhões para uma linha especial de crédito para a compra do leitão ao preço de R$ 3,60 o quilo, ampliação do financiamento para a retenção de matrizes e  crédito fora do sistema bancário, junto a cooperativas, cerealistas, fornecedoras de insumos e tradings.

Segundo a Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (ACSURS), o prejuízo do setor em todo o país já está na casa dos R$ 4 bilhões e ameaça de fechamento centenas de granjas. As entidades de criadores projetam, ainda, que cerca de um milhão de brasileiros que trabalham no setor poderão ser prejudicados.

 

Compartilhe:

  • Facebook
  • Share on Twitter