Bohn Gass diz que Lei da Merenda Escolar não foi cumprida

Mesmo sabendo das grandes dificuldades que milhares de produtores gaúchos estão enfrentando por causa da seca e que, ainda assim, as entidades cooperativadas se organizaram com esforço para garantir a produção, o governo de Eduardo Leite ignorou a agricultura familiar e comprou de empresas atacadistas os alimentos que estão sendo distribuídos às famílias de estudantes da rede estadual. “Documentos oficiais dão conta de que o governo adquiriu 212.766 kits com alimentos como farinha de milho e trigo, feijão, arroz, leite e outros. Todos esses alimentos são produzidos pela nossa agricultura familiar, mas Eduardo Leite optou pelos atacados. Isso é injustificável”, afirma o deputado FEDERAL Elvino Bohn Gass (PT/RS).

EXPLICAÇÕES – O parlamentar já oficiou ao Governador e aos titulares das secretarias estaduais de Educação e de Agricultura em busca de explicações. O tema também mobilizou a bancada estadual do PT que já denunciou ao Ministério Público a desobediência do Governo do Estado à Lei Estadual que estabelece que, ao menos 30% dos alimentos da merenda escolas sejam adquiridos, diretamente, da agricultura familiar local.

Perguntado diretamente pelos deputados petistas em reunião recente, o governador Eduardo Leite desconversou, deu a entender que não tinha conhecimento do tema e prometeu buscar informações com a Secretaria de Educação. “É preocupante que o Estado adquira 4,5 mil toneladas de alimento, que o governo esteja fazendo propaganda da distribuição dos alimentos e o governador não saiba de onde veio a comida”, comenta Bohn Gass. Ao tempo em que ainda era deputado estadual, Bohn Gass foi um dos primeiros a propor uma lei que garantisse a agricultura familiar como fornecedora da merenda escolar. 

No responses yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *