Apenas 41 – 7,9% – dos 513 deputados da Câmara Federal receberam nota máxima – CINCO ESTRELAS – na suprapartidária e criteriosa avaliação de desempenho parlamentar elaborada pelo Índice Legisla Brasil. O gaúcho ELVINO BOHN GASS, do PT, é um deles.

O Legisla Brasil analisa 17 indicadores, entre os quais “Produção Legislativa”, que dá a Bohn Gass nota 5,1 enquanto a média do país é 3,3. Já no item “Fiscalização”, o deputado gaúcho alcança 4,7 e a média dos demais é 1,3. Em toda a região Sul, apenas sete deputados ganharam a nota máxima, cinco estrelas.

“Não faço política em busca de prêmios. Quero é melhorar a vida das pessoas, especialmente as que mais precisam. Mas, se uma organização que tem seriedade faz um estudo e reconhece o meu trabalho, entendo como sinalização de que estou no caminho certo”, diz Bohn Gass.

O deputado, entretanto, manifesta uma preocupação diante da análise geral feita pelo Legisla Brasil sobre a Câmara dos Deputados. “Quando se olha o todo, o quadro não é positivo. Se, entre 513 parlamentares, somente 41 atingiram nota máxima, temos um problema: a Câmara, que é a casa de representação de todo o povo brasileiro, vai mal. Isso é ruim para o país e indica que precisamos mudar coisa por lá.”

Veja os critérios utilizados pelo índice Legisla Brasil:

– Produção Legislativa: mede o trabalho do parlamentar na elaboração/apresentação, relevância, capacidade de análise, quantidade de projetos, emendas, relatorias, iniciativas e, ainda, , frequência em plenário.

– Fiscalização: mede a fiscalização que o deputado exerce sobre o Governo Federal

– Mobilização: mede a capacidade de articulação/cooperação com outros agentes políticos

– Alinhamento partidário: mede a fidelidade partidária

Essa metodologia foi sabatinada por cientistas políticos, assessores parlamentares e por organizações da sociedade civil, com dezenas de especialistas consultados.

Compartilhe

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.