O líder do PT na Câmara, Elvino Bohn Gass (RS), defendeu hoje (24) a criação de um Comitê Especial na Casa para cuidar especificamente das discussões de pautas relacionadas à pandemia de Covid-19, que já matou mais de 300 mil pessoas no País, em consequência da inércia e incompetência do governo Jair Bolsonaro.

A ideia é que o Comitê ouça cientistas e especialistas na área da saúde, além de governadores que têm se destacado no combate à Covid-19, apesar do boicote de Bolsonaro. “Precisamos salvar vidas, garantir comida e empregos para o povo”, disse.

“Nós precisamos nos juntar aqui com os governadores, por exemplo, os do Nordeste, que foram à Rússia e à China comprar vacinas que não tinham sido efetivadas pelo governo federal”, disse o líder petista.

União contra a Covid-19

O parlamentar também destacou a importância de se paralisar todas as atividades da Câmara para discutir apenas pautas relacionadas à Covid-19. Diante do quadro sanitário catastrófico no País, o parlamentar entende que não só o plenário da Câmara deve focar exclusivamente no tema, mas também as comissões temáticas da Casa.
Para ele, as comissões não devem tratar de nenhum projeto, a não ser os que tenham “a preocupação de salvar vidas do povo brasileiro”.

Nesta quarta-feira, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), informou que haverá nas próximas duas semanas uma espécie de “Esforço Concentrado para a Pandemia”, tempo em que os demais temas da pauta legislativa vão sofrer uma pausa. Ele apontou como desafios salvar vidas, obter vacinas e identificar quais os obstáculos políticos, legais e regulatórios precisam ser retirados para que o povo brasileiro possa ser imunizado contra a Covid-19.

Paralisação dos trabalhos na Câmara

Na semana passada, em resposta ao avanço da pandemia do coronavírus no Brasil, deputados do PT defenderam a paralisação de todas as atividades da Câmara para discutir apenas pautas relacionadas à Covid-19. O objetivo era pressionar o governo Bolsonaro e garantir soluções de curto prazo.

A proposta foi feita pelo ex-presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), atual líder da Minoria no Congresso Nacional. “Já faz um ano que estamos alertando e denunciando e nada se resolve. Faço uma proposta: vamos parar os trabalhos da Câmara. Vamos fazer uma obstrução, discutir Covid-19, pressionar o Governo e arrumar solução”, afirmou o parlamentar no Twitter.

A medida foi endossada pelo líder Elvino Bohn Gass. “A prioridade agora deve ser a de salvar vidas. Nada pode ser mais importante para a Câmara e o Senado. Medidas urgentes de enfrentamento à pandemia e ao caos sanitário e hospitalar no País, vacina para todos e auxílio emergencial de R$ 600,00 até o final da pandemia”, comentou.

A Bancada do PT já apresentou mais de 700 proposições durante o último ano visando medidas emergenciais de enfrentamento à pandemia.

Redação PT na Câmara

Compartilhe

No responses yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *